sexta-feira, 11 de setembro de 2015

Sobre calcinhas e tarefas

Continuando as compras com o DONO 
Saindo do petshop , partimos para a loja de calcinhas .
DONO havia me prometido uma de presente .
ELE prometeu uma , e deu duas , uma meiga para o dia a dia e outra sexy para as N/nossas aventuras . A primeira ELE levou e a outra compramos juntos .
DONO escolheu a cor , modelo e tamanho . ELE escolheu , me mostrou e mandou dizer a vendedora que MEU DONO havia escolhido exatamente aquela calcinha . Depois me deu o dinheiro , me orientou a encontrá-LO do outro lado da rua quando a missão estivesse devidamente concluída . ELE seguiu para a rua e eu entrei na loja .

Quase não consegui dizer a frase , faltou um tantinho assim pra ela não sair da minha boca .
Eu só me perguntava o que diria pro DONO caso não cumprisse a tarefa ; dizer que fiz , sabendo que era mentira ? Confessar que não fiz ,sem ter como explicar a razão ? Não ! Eu tinha mesmo que dizer logo pra não ficar atormentada . Minha deixa veio com um modelo diferente que a vendedora me trouxe . Recusei dizendo que MEU DONO queria o outro modelo . Ufa , alívio !
Mas não é que ELE estava lá , num canto , pra conferir o cumprimento da tarefa ?! Assim falei as palavras mágicas ELE saiu . Por essa eu não esperava mesmo !!
Missão comprar calcinha concluída com sucesso .
Mas ainda tinha a segunda parte dela .
E foi justamente a parte mais fácil que não consegui cumprir . Não sem a segunda chance que DONO  me deu .
A tarefa era pra ir ao banheiro e vestir a calcinha . Mais simples que isso , não poderia ser , né ?!
Pois é ! Mas tinha uma pedra no meio até o banheiro .
Por conta de um incidente , que não confesso nem sob tortura , fui ao banheiro e voltei sem me dar conta de não ter feito o que tinha ido fazer .
Gelei quando DONO perguntou se a tarefa foi cumprida ! Eu só conseguia dizer que esqueci , não tinha como explicar o porque do não cumprimento .
DONO insistia , e eu nada de dizer . Avisou que me castigaria , e eu nada . Eu já estava ficando triste por conta daquela situação e deixando de funcionar  .

Quando uma coisa dá errado , aquilo cria um efeito dominó , todo o resto acompanha .
E N/nós estávamos ainda na primeira parte da viagem , a mais difícil , que é entre quatro paredes , esse ainda estava por vir e eu já estava quase chorando .
Percebendo que situação caminhava nessa direção , DONO conversou , abraçou , explicou que não é só cobrar e punir , que DONO também ouve , compreende , conforta e pode perdoar .
DONO não apenas acalmou o meu coração , como ainda me deu uma segunda chance de cumprir a tarefa .
E eu não a desperdicei , fui , fiz e voltei feliz e contente por não ter estragado tudo como às vezes faço .
Mas dessa vez , não ! DONO cuidou para que tudo fosse perfeito do início ao fim e foi !

luah negra_DOM JH . 


2 comentários:

{Λїtą}_ŞT disse...

Alguns momentos são memoráveis e dignos de serem registrados para que nunca se esqueça deles.
Sorte sua poder registrar aqui e sorte nossa em poder ler.
Adoro seus relatos!

luah negra_DOM JH disse...

Olá , vita_ST , amiga de todas as horas !
Relatar é reviver parte parte da emoção daquele momento , é prolongá-lo e tbm um prazer compartilhar com os que se identificam com o N/nosso prazer .
Obrigada por acompanhar e torcer por N/nós !
Beijosssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssss

Vida